MiniIDE: O renascimento do CP-400

Em meados de 1984 a Prológica lançava o seu CP-400, um micro TRS Color compatível e que vinha para disputar uma fatia do mercado que era dominada em grande parte pela Microdigital com seus TKs. Apesar de não ser da mesma linha dos micros da concorrente, o CP-400 conseguiu atingir certo sucesso e vendeu bastante até a chegada dos MSX.

CP-400_Anuncio

Propaganda da época.

Como qualquer outro micro doméstico da época, o acesso aos dados era feito principalmente através de cassete. A Prológica lançou para acompanhar o CP-400 uma unidade de disco externa conhecida como CP-450, mas devido ao seu custo altíssimo não foi um grande sucesso em vendas. Hoje é um item bem raro de se achar inclusive.

CP-450

CP-400 e sua unidade de disco, a CP-450.

Outro grande revés do CP-400 foi a Prológica colocar toda a circuitaria de um TRS Color em um gabinete de proporções tão diminutas. Ela usou como base um gabinete de Timex 2068 e adaptou o slot padrão Color na mesma posição do slot deste clone de Sinclair. Com isso, ela praticamente matou qualquer possibilidade de uso de outras interfaces de TRS Color no CP-400. Essa falta de espaço físico no slot do micro acabou se tornando um obstáculo grande para a implementação de qualquer interface original de Color Computer para ele.

A idéia…

Recentemente apareceu uma oportunidade na lista internacional de Color Computer para aquisição de algumas unidades da Glenside IDE. A Glenside é uma interface IDE simples para o Color Computer feita inicialmente pelo pessoal do Glenside CoCo Club (o maior clube de usuários do Color Computer ainda em atividade e que é responsável pelos encontros anuais, as famosas “CoCoFEST”)

Interface IDE da Glenside.

Não perdendo tempo, solicitei duas unidades da Glenside para mim. Antes da chegada das minhas placas, o ilustre cocomaníaco Luis Antoniosi (vulgo Retro Canada) descobriu a possibilidade de usar a Glenside em conjunto com adaptadores IDE-CF padrão. Assim sendo, ele mesmo preparou uma imagem de CF com tudo o que existe para a plataforma. Em resumo, quando minhas unidades da Glenside chegaram foi praticamente colocar a imagem do Luis em um CF e usar. De uma forma fácil, temos praticamente tudo o que precisamos para o Color Computer dentro de um CF e pronto para uso.

Glenside conectada a um CoCo3. Devido ao tamanho tem que ter algum suporte embaixo da placa para poder sustentá-la na posição certa.

Uma das características da Glenside é o tamanho avantajado da placa, uma coisa que é meio que padrão para as interfaces de Color, mas também devido a existência de dois soquetes EDGE para a colocação de um cartucho com a ROM própria da IDE e outro livre para uso combinado de alguma outra interface. Devido ao tamanho a mesma só pode ser usada de forma racional em um Color Computer (ainda tentei usá-la no meu Dynacom, porém fica inviável como mostra a foto abaixo).

Glenside no MX-1600. Torre de Babel!

Daí em certo momento me veio a idéia: “Será que daria para fazer uma placa menor e que fosse compatível em tamanho com o slot de um CP-400?”. Uma placa assim seria perfeita pois traria de volta do ostracismo o tão relegado micro da Prológica além de também ser usável em outros Color Computers. Levei então esta idéia a um amigo aqui de São Gonçalo e grande fabricante de hardware novo para micros clássicos, o Victor Trucco. O interesse foi imediato e logo deixei uma das minhas Glenside com ele para o estudo da possibilidade de replicação. Com isso, surgiu a MiniIDE e que faz juz ao nome.

Protótipo da MiniIDE.

Comparação de tamanho entre a MiniIDE e a original da Glenside.

Perfeitamente encaixada no CP-400!

Até mesmo os outros Color nacionais também vão se beneficiar com a nova interface. Olha a MiniIDE funcionando perfeita no Dynacom MX-1600.

Atualmente o projeto está em andamento e fechado em 70 interfaces prontas da MiniIDE. Em breve todos os participantes do grupo de aquisição estarão recebendo suas interfaces e trazendo de volta a vida os tão relegados CP-400 desse Brasil. :-)

Aqui segue o album de fotos completo do protótipo e dos testes realizados.

No próximo artigo estarei abordando a instalação e configuração da MiniIDE. Aguardem!

Abs,
Daniel

Esta entrada foi publicada em TRS Color com as tags , , , , . ligação permanente.

4 Respostas a MiniIDE: O renascimento do CP-400

  1. Cristiano diz:

    Olá também sou usuário saudosista do cp400. Na época eu era muito fanático e participava de clubes etc. Gostaria de saber se existe uma comunidade no Brasil e se posso me integrar a ela.
    Cgionco@gmail.com obrigado

  2. Valdemar Porto diz:

    Daniel, bom dia! Parabens pela iniciativa. Eu gostaria de saber se ainda dar tempo de adquirir uma. Se sim como posso pagar? obrigado…

    • Daniel Campos diz:

      Obrigado Valdemar! O grupo atual já está fechado e os pedidos já foram feitos de acordo. De qualquer forma, fale com o Victor Trucco diretamente para colocar seu nome na lista para o próximo lote.

Os comentários estão fechados